3ª Pessoa do Singular [ou não]

Postado por Kazuki. , sexta-feira, 21 de maio de 2010 17:54


Um despertador bem alto, um susto tomado
Inicia um dia gélido e estranho
Pensamentos não param de vir
E quanto tudo pára a mente continua!
E então vê pessoas estranhas, pessoas confusas
mas a confusão se encontra em seu interior.
Estradas passam, transportes aparecem
Mas nada muda no interior
Sorrisos não aparecem, uma forma é definida
Em um momento de silêncio, no frio da manhã
e no calor da solidão
uma angústia aparece, sem preocupação com a sua volta
essa tristeza transparece, pode não ser fácil, mas enfim ele consegue.
Esse sentimento que cresce aos poucos consegue se libertar,
ao aconchego de seu próprio braço um ninho é formado,
surgem gotas inesperadas, olhares inesperados,
e a única coisa que é ouvida é um som alto
de um fone significativo, talvez um gemido, mas que
não é percebido, não há força neste gesto
mas há significado, enfim a atenção não é tomada para si
conseguindo tornar este gesto pessoal e não compreendido por outros,
com alguns minutos tudo passa, a forma volta ao seu lugar,
uma manhã se inicia, preocupações começam,
ainda percebo folhas desta árvore desabrochando,
não há ninguém para colher, e então em seu mundo fica a dúvida
se foi tudo em vão ou se em algum momento será percebível.

Um português péssimo com certeza, um entendimento talvez.

3 Response to "3ª Pessoa do Singular [ou não]"

Plínio Jr. Says:

Absoluta certeza que monstros não choram ?

Deathtagrazyta Says:

Oi que lindo
Essa parte de vc eu não conhecia
ficou muito mara
parabéns

Postar um comentário