Postado por Kazuki. , quinta-feira, 2 de setembro de 2010 18:28

Dez soldadinhos saem para jantar, a fome os move;
Um deles se engasgou, e então sobraram nove.

Nove soldadinhos acordados até tarde, mas nenhum está afoito;
Um deles dormiu demais, e então sobraram oito.

Oito soldadinhos vão a Devon passear e comprar chiclete;
Um não quis mais voltar, e então sobraram sete.

Sete soldadidinhos vão rachar lenha, mas eis
Que um deles cortou-seu a meio, e então sobraram seis.

Seis soldadinhos com a colmeia, brincando com o afinco;
A abelha pica um, e então sobraram cinco.

Cinco soldadinhos vão ao tribunal, ver julgar o fato;
Um ficou em apuros, e então sobraram quatro.

Quatro soldadinhos vão ao mar; um não teve vez,
Foi engolido pelo arenque defumado, e então sobraram três.

Três soldadinhos passeando no zoo, vendo leões e bois,
O Urso abraçou um, e então sobraram dois.

Dois soldadinhos brincando ao sol, sem medo algum;
Um deles se queimou, e então sobrou só um.

Um soldadinho fica sozinho, só resta um;
Ele se enforcou, E não sobrou nenhum.


Tive que postar esse poeminha aqui, marcou bastante, obrigado voce, que me apresentou a história. ♥

1 Response to " "

buruno Says:

O livro mais perfeito que ja li... Historia fantastica !!!

Postar um comentário